© 2015/2018  Supernova Digital por Vânia Caparroz

Rua General Eldes de Souza Guedes 63 Z- Vila Sônia - Morumbi/SP

Marque sua consulta pelo WhatsApp 11 9.8546-2800

crescendoeacontecendo@gmail.com

VENHA NOS VISITAR

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo
  • YouTube - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle

Saiba como reagir quando o garoto mostrou fotos íntimas para os amigos

 

​Provavelmente tem pouca coisa pior do que ter a intimidade exposta. Quando a pessoa que expõe é alguém de confiança, a situação magoa ainda mais. Mas não são raros os casos de meninas expostas por ficantes, namorados ou, principalmente, ex-namorados.


Muitas vezes, a menina manda alguma foto íntima para o celular do garoto e depois acaba descobrindo que ele mostrou para todos os amigos. A vergonha e a mágoa são inevitáveis, mas é possível lidar com o problema e até deixá-lo de lado, segundo a psicóloga e psicopedagoga Cynthia Wood.

Enfrentar a situação é o primeiro passo para superá-la

Para quem passa por uma situação como essa, o primeiro passo é parar para pensar e se livrar do momento de desespero. Só depois, é possível avaliar a situação de maneira mais clara e tomar as melhores atitudes.

Passado o susto da decepção, Cynthia explica que não se deve pensar nesse como um problema que necessita de solução já que o estrago está feito. Segundo a especialista, o ideal é pensar nessa situação como algo que você tem que lidar de forma a não causar vergonha e sofrimento.

“Voltar a levar a vida normalmente e continuar a encarar os amigos de forma natural, mesmo que tenha que fazer força para isso, ajuda a passar uma impressão de normalidade diminuindo a pressão dos outros”, explica.

Devo conversar com ele ou ignorá-lo é a melhor solução?

Uma conversa vai acabar sendo inevitável, mas o importante é fazer isso na hora certa e, de preferência, com tranquilidade.

Cynthia aconselha que a conversa esteja focada no quanto o menino causou mágoa e não nos erros em si. Dessa maneira, a conversa fará o mesmo efeito e evitará a troca de acusações e brigas que podem magoar ainda mais.

“Ele cometeu um erro muito grave e precisa ouvir como você se sente”, lembra a especialista. Afinal, a intimidade de ninguém deve ser compartilhada sem consentimento. Isso vale para todos os casos.

Porém, apesar do erro maior ser sempre da pessoa que expôs a intimidade, é preciso assumir a parcela do problema que cabe a cada um. Todo o problema poderia ter sido evitado, por exemplo, se a foto ou vídeo não tivesse sido enviada ao namorado ou ficante.

Mudar de círculo social, escola ou cidade não é a melhor opção

Quem passa por um problema como esse, certamente vai sentir a famosa “vontade de sumir” – quem nunca? Mas essa não é a melhor opção.

Hoje em dia, as informações estão disponíveis na internet, as pessoas conversam o tempo todo e se a fofoca for se espalhar, não importa o quanto a pessoa afetada esteja longe.

“Quanto mais envergonhada e evasiva você parecer para os outros, mais vai facilitar comentários de acusação e condenação irresponsáveis”, explica Cynthia.

Por isso, a melhor opção é levantar a cabeça, sacodir a poeira e encarar os dias difíceis que virão. Com essa atitude, a pessoa demonstra que não fez nada de errado, além de confiar na pessoa errada. Sendo assim, os amigos dele podem até acabar ficando do seu lado e conversando para que ele não tenha mais atitudes reprováveis como essa.

Como agir para que o foco mude logo

Uma coisa é fato: o que é novidade hoje na escola, amanhã já não é mais. As fofocas mudam e os ‘alvos’ também. Se agir com naturalidade, certamente as fotos íntimas vão acabar saindo do foco.

Mas, é preciso tomar cuidado! Provavelmente pessoas que já não gostam de quem é ‘alvo’ da fofoca, vão usar isso para tentar humilhá-la entre os colegas assim que a informação se espelhar.

Para destruir a fofoca, as melhores opções, segundo a especialista, não são responder de maneira agressiva e nem se fazer de vítima.

Cynthia aconselha a desviar o assunto e não entrar em detalhes sempre que for questionada sobre a exposição das fotos íntimas. Não é preciso entrar em detalhes! Assim é possível evitar que o assunto ganhe novos capítulos.

O conselho da especialista é que a menina dê recomendações por experiência própria de não confiar em qualquer um e encerre o assunto assim que possível.

 

Veja o artigo original publicado aqui.

Please reload

Destaques

Quer explicar política e igualdade para seu filho? Literatura ajuda!

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga a gente
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square