© 2015/2018  Supernova Digital por Vânia Caparroz

Rua General Eldes de Souza Guedes 63 Z- Vila Sônia - Morumbi/SP

Marque sua consulta pelo WhatsApp 11 9.8546-2800

crescendoeacontecendo@gmail.com

VENHA NOS VISITAR

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo
  • YouTube - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle

Criança que morde: o que fazer?

Um dos acontecimentos mais marcantes da Copa do Mundo no Brasil não foi um belo gol nem mesmo uma vitória, mas sim um comportamento incomum dentro de campo: a mordida de Luis Suarez, atacante do Uruguai, que acabou sendo punido com nove jogos de suspensão e o afastamento dos gramados por quatro meses, além de uma multa e da perda do patrocínio. Para muitos, a punição foi exagerada.

E o desdobramento do caso vem mostrando que a deseducação não é exclusividade dos atletas. Ao comentar o assunto, o atacante brasileiro Ronaldo Fenômenocomparou ao comportamento de suas filhas e acabou gerando polêmica. “Sei que mordida dói. Minhas filhas pequenas mordiam até pouco tempo e eu punia: quarto escuro com lobo mau”, disse. Para especialistas em comportamento infantil, a punição proposta pelo jogador não é uma boa idéia. “Colocar uma criança num quarto escuro não a faz refletir sobre o seu ato. Sem contar que você, adulto, continua agindo na esfera da agressividade e isso é um péssimo exemplo”, afirma a psicóloga clínica Ana Cássia Maturano.

Colocar filhos de castigo ou não?

Ela comenta ainda sobre a combinação do quarto escuro com lobo mau, personagem tão temido pelos pequenos. “É algo que deve ser aterrorizante para uma criança. Você apenas reforça o medo natural que elas já sentem por terem um pensamento fantasioso", explica.

Para a psicóloga Maria Rocha, coordenadora pedagógica do colégio Ápice de Educação Infantil, punições como a citada por Ronaldo podem trazer prejuízos tanto para os pais como para as crianças. "Uma criança que fica trancada em um quarto escuro pode criar um trauma e levá-lo para a vida toda. Ela pode, inclusive, deixar de confiar nos pais e não é difícil imaginar as conseqüências disso”, diz.

É errado morder?

Crianças que mordem não estão agindo de forma errada. Quando elas descobrem o poder dos dentes, acabam usando para agredir ou despertar a atenção. A psicopedagoga Cynthia Wood explica que essa é uma forma de se expressar e pode ser considerada normal. “O papel do adulto é mostrar que isso não se faz, sem jamais reprimi-la com punição e violência”, diz.

Segundo ela, a melhor forma de corrigir os filhos é explicar que existem regras na vida e que eles não podem fazer aquilo. Caso a criança tenha mordido um colega porque não quis dividir o brinquedo, o melhor é tirar o brinquedo dela, guardar e explicar que é preciso saber dividir”, orienta.

Falar demais sobre o assunto pode acabar alimentando um comportamento negativo e fazer com que a criança morda ainda mais apenas para chamar a atenção.

Veja o artigo original publicado aqui.

Please reload

Destaques

Quer explicar política e igualdade para seu filho? Literatura ajuda!

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga a gente
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square